Friday, July 16, 2010

ACORDA...


Vem, minha dócil bem-amada! Eu quero pedir à embriaguez que me faça esquecer que nunca saberemos nada.


Khayyam


Noite, silêncio, folhas imóveis;

imóvel o meu pensamento.

Onde estás, tu que me ofereceste a taça?

Hoje caiu a primeira pétala.

Eu sei, uma rosa não murcha

perto de quem tu agora sacias a sede;

mas sentes a falta do prazer que eu soube te dar,

e que te fez desfalecer.

Acorda... e olha como o sol em seu regresso

vai apagando as estrelas do campo da noite;

do mesmo modo ele vai desvanecer

as grandes luzes da soberba torre do Sultão.

Omar Khayyam

2 comments:

Cristina Ohana (Crica) said...

" da soberba torre do sultão"...
lindo blog!!! Tem tudo que gosto.bjsss

Rosa Leonor said...

obrigada...e desfrute...

abraço

rosa leonor